Concerto e Baile com Colectivo Foice – Baile Gaiteiro – Momentos para Bailar

Este evento terminou

Esta atividade integra o programa Onda de Verão

Somos muitos porque muitos são precisos para a Ceifa dos novos tempos. Muitas mãos numa mesma foice, calejadas de muitos e diferentes percursos. O corte só pode ser acutilante com a precisão de muitas experiências, a ferramenta só é útil quando tantos lhe afiam a lâmina.

Trabalhamos todos e todas num mesmo repertório, tradicional mas também com originais, para que Foice tenha a voz e o som das gentes atuais que cantam e tocam a música de Raiz.

Em palco, representamos este coletivo com um grupo variável entre 5 a 7 músicos, consoante as necessidades específicas do espetáculo. Mas nas nossas mãos e bocas, cantam todos e todas que são Foice. A possibilidade de vários músicos aportarem a sua visão e experiência ao coletivo, na construção de um repertório solido, ondulante, consciente e cuidado é uma mais valia da estrutura criada em Foice. Cada um e uma traz o que tem, o que sabe e o que é. Relembramos assim, na qualidade impar do que de bem se faz atualmente, a união faz, realmente, a força.

Informações: 261 320 749 cultura@cm-tvedras.pt


Atividade Gratuita


Integrado em Baile Gaiteiro. Outras datas:

O Baile Gaiteiro integra a programação do Festival Novas Invasões 2019, a acontecer de 29 de agosto a 1 de setembro. Previsto para dia 31 de agosto, o Baile Gaiteiro irá receber todas as pessoas de braços abertos, será um momento de festa, de alegria, de encontro e de celebração da dança.

Este ano lançamos o desafio a toda a comunidade. Queres integrar o grupo do “Baile Gaiteiro” e bailar à moda oitocentista num reportório de danças históricas e de tradição Europeia?

Tens agora a oportunidade de o fazer, bastará frequentar os workshops programados para os próximos meses de maio e junho.

Venham aprender a bailar e tragam a família e amigos! Todos que venham para dançar são bem vindos!

Formador: Carlos Pedro Alves

Ficha de Inscrição
Normas de Participação
Edital 180/2019

Fonte: http://www.cm-tvedras.pt/